Uma em cada 5 mulheres em idade fértil tem mioma

Os miomas aparecem no organismo feminino sem mostrar sintomas, geralmente. Não há fatores predeterminantes, a não ser caso de histórico familiar. O tema foi abordado pelo quadro Saúde Pra Você do Jornal do Piauí com o radiologista Felipe Brito.

Pesquisas indicam que uma em cada cinco mulheres em idade fértil desenvolvem miomas, que podem ser subcerosos (fora do útero), intramurais (dentro da parede uterina) e submucosos (dentro da cavidade), que são os mais comuns e causam sangramento.

A diferença entre mioma e cisto é que o mioma é sólido, enquanto o cisto tem conteúdo líquido. Segundo o radiologista, existe um tratamento novo. Trata-se da embulização, indicado quando há a presença de vários miomas.

O procedimento é semelhante ao cateterismo. "O médico introduz um catéter até o útero e joga micropartículas que entopem os vasos e isso causa a morte do mioma. Já fizemos em pacientes aqui no Piauí com 100% de sucesso", explica Felipe. Esse procedimento custa caro, segundo o radiologista, porque as partículas usadas para entupir os vasos são importadas.

Porém, a maioria dos casos o tratamento é feito com remédios, sem a necessidade de intervenção cirúrgica.

Grávidas

Não é indicado para grávidas a retirada de um mioma que ela descubra antes ou durante a gravidez. Ainda de acordo com Felipe Brito, o ginecologista precisa fazer o acompanhamento e tranquiliza as pacientes. "Mesmo em grávidas, o mioma não é motivo para pânico. Dependendo da localização, a convivência com o bebê é pacífica e o tratamento é feito depois do parto", comenta.

Fonte: Debate Democrático

 



Av. dos Andradas, 3323 - Sala 804 - Sta Efigênia - B.Horizonte
Tel.: (31) 2510-3355 e (31) 2510-3311
Próximo ao Hospital Militar, estacionamento pela Av. Contorno
Como Chegar
Veja no Google Maps como
chegar em nossa clínica