BRASILEIROS CRIAM NOVA TÉCNICA PARA O DIAGNÓSTICO DA ENDOMETRIOSE

Doença pode levar à infertilidade. Método desenvolvido no Brasil requer um aparelho de ultrassom e um profissional para enxergar sinais da doença.

Médicos brasileiros desenvolveram uma nova técnica que se tornou referência mundial para o diagnóstico da endometriose, uma das principais causas de infertilidade. Só no Brasil, seis milhões de mulheres têm a doença. Foram várias idas a consultórios até Luciana descobrir que tinha endometriose. “Uns dez médicos que eu procurei, quando fui na 11ª ela descobriu a endometriose”, conta a psicóloga Luciana Diamante.

A endometriose é uma doença hormonal que ocorre quando o endométrio, o tecido que reveste a cavidade do útero, não se dissolve totalmente na menstruação. Partes dele se grudam no próprio útero, ovários e até no intestino. A endometriose causa muitas cólicas e, se não tratada, pode levar à infertilidade.

Um método desenvolvido aqui mesmo no Brasil vem ajudando os médicos a diagnosticar a endometriose de forma mais rápida e simples. Basta um aparelho de ultrassom e um profissional treinado para enxergar sinais da doença. A paciente toma um laxante meia horas antes do exame para esvaziar o intestino. O método é bem diferente do que os médicos de todo o mundo costumam adotar: a videolaparoscopia, cirurgia em que microcâmeras são inseridas no abdômen na tentativa de diagnosticar a doença. “Você não precisa fazer uma cirurgia para olhar como está a barriga da paciente.

Nós fazemos o exame e dizemos para o cirurgião como ela está. Nós levamos aproximadamente dez anos para aprender a ter todo o know how sobre a doença, porque ela é muito complexa”, explica o médico radiologista Manoel Orlando da Costa Gonçalves. O assunto atraiu médicos de todas as partes do mundo ao Congresso Mundial de Endometriose, em São Paulo. Mas ainda falta um bom caminho para o Brasil.

A sociedade médica tenta convencer o SUS a adotar o exame, que hoje já é feito de graça em alguns hospitais universitários. “A expectativa é que chegue o mais rápido possível. Nós temos tentado estimular o governo brasileiro a treinar mais e mais pessoas para essa técnica”, declara Mauricio Abrão, responsável pelo setor de endometriose do HC. O Ministério da Saúde informou que ainda não há prazo para que este exame seja oferecido na rede pública.

Fonte: O Globo

 

 



Av. dos Andradas, 3323 - Sala 804 - Sta Efigênia - B.Horizonte
Tel.: (31) 2510-3355 e (31) 2510-3311
Próximo ao Hospital Militar, estacionamento pela Av. Contorno
Como Chegar
Veja no Google Maps como
chegar em nossa clínica