PORTADORA DE ENDOMETRIOSE SE 'INSPIRA EM DOENÇA' E CRIA LIVRO EM MG

A dor deu origem as escritas e a doença se tornou protagonista de um livro. Foi assim que a pedagoga Leda Gonzaga Alves, de 46 anos, resumiu a publicação ”Endometriose – O Silêncio e a Dor da Alma”, lançada esta semana em Uberlândia.

O livro é o segundo da trajetória da escritora, mas o primeiro que contempla a mistura de gêneros – medicinal com autoajuda. “Lançar um livro, seja qual for o estilo, não é muito fácil, ainda mais quando fala de doença. Minha vontade é levar informações para quem sofre, como eu, desse mal”, contou.

Leda Gonzaga é portadora de endometriose há 15 anos. Ela ressaltou que já passou por diversos tratamentos e duas cirurgias e que não descarta uma terceira. “Desde que soube da doença comecei a escrever e rascunhar experiências, sentimentos e coisas que lia e via sobre a doença. Em outubro de 2013, os rabiscos foram ganhando forma. Tive apoio de uma editora e em menos de um ano o livro já estava publicado”, disse.

A obra fala da endometriose, uma doença enigmática, traiçoeira e desafiadora aos olhos da medicina. A intenção, segundo a autora, é levar informações sobre o que a doença é capaz de fazer na vida de uma mulher.“O livro não traz só teoria, mas revela, tanto no meu depoimento quanto em outros, vivências, muitas delas dolorosas. A endometriose é conhecida como a doença da mulher moderna e nos dias atuais existem mais médico empenhados e interessados em tratá-la. Porém, as pesquisas apontam que mais da metade das mulheres do mundo desconhecem a doença”, contou.

A pedagoga Leda Gonzaga explicou que, segundo pesquisas e depoimentos de portadoras, a endometriose causa cólicas, menstruação irregular, dor profunda e desconfortável na relação sexual, inchaço, dor muscular e abdominal, dentre outros sintomas. “É uma das principais causas de infertilidade, atingindo 40% das mulheres com dificuldade em ter filhos. A doença ainda pode acometer os órgãos reprodutores, como o útero, as trompas e os ovários. A bexiga, os rins e intestino também podem ser afetados. A doença pode levar anos para ser descoberta”, esclareceu.

Leda Gonzaga confidenciou ao G1 que sempre foi apaixonada pela literatura desde a infância e que amava desenhar e escrever. Ela nunca se desanimou com os “nãos” que a vida lhe impôs e após várias tentativas, teve a sua obra aceita. “A ideia do livro veio quando enviei alguns originais a diversas editoras. Recebi vários ‘nãos’, mas em meio a eles veio um ‘sim’. Comemorei feito uma criança e hoje vejo meu sonho realizado. A intenção é fazer pelo menos mais três lançamentos na cidade, mas as datas ainda não foram oficializadas”, concluiu.

O livro

"Endometriose – O Silêncio e a Dor da Alma" foi lançado pela editora Gregory na quinta-feira (10) no Armazém Literário, em Uberlândia. A obra, que tem 102 páginas, foi definida pela autora como um alerta e ao mesmo tempo um pedido de socorro às autoridades responsáveis pela área de saúde. A tiragem inicial foi de 350 exemplares.

No livro a autora faz um panorama sobre a endometriose, suas causas e consequências. A endometriose é um problema de saúde que afeta mulheres e tem sido um desafio para a medicina. Ainda não se sabe a causa, mas os estudos não param. O livro traz depoimentos de mulheres que vivenciaram a doença, constam também dicas de profissionais que poderão auxiliar no tratamento da Endometriose. São experiências compartilhadas que podem ajudar na busca por um caminho menos doloroso.

A obra pode ser adquirida por meio do e-mail ledagonzagalves@hotmail.com ou pelo site de uma das editoras apoiadoras. O valor é R$ 38.

Fonte: CBNFoz

 

 



Av. dos Andradas, 3323 - Sala 804 - Sta Efigênia - B.Horizonte
Tel.: (31) 2510-3355 e (31) 2510-3311
Próximo ao Hospital Militar, estacionamento pela Av. Contorno
Como Chegar
Veja no Google Maps como
chegar em nossa clínica